Acompanhe o JB por e-mail

sábado, 19 de março de 2016

Monomotor cai em São Paulo: Sete mortos

Uma aeronave de pequeno porte
caiu sobre uma casa na zona
norte de São Paulo.
 

Segundo informações do Corpo de Bombeiros paulista, a queda ocorreu as 15 horas e 23 minutos de sábado, dia 19, cerca de 200 metros da pista do Aeroporto do Campo de Marte. O acidente provocou a morte de pelo menos sete pessoas e deixou uma mulher ferida.

Os nomes das vítimas ainda não foram revelados. O avião tinha capacidade pra sete pessoas. Entre os mortos o piloto, co-piloto e demais passageiros, ninguém que estava na aeronave sobreviveu. Após a queda, houve explosão. Alguns corpos já foram retirados dos escombros. Quatro homens e três mulheres estavam no avião.

De acordo com a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), o avião modelo CA-9, prefixo PR-ZRA pertence a Roger Agnelli, ex-presidente da Companhia Vale. Não há informações se ele estaria ou não na aeronave.

O coordenador das ações de resgate, major Hengel Ricardo Pereira, afirmou a profissionais de imprensa que não é possível fazer a identificação dos corpos no momento, devido ao estado prejudicado dos corpos. As informações são de que o avião bateu na garagem e na sala do sobrado de três andares. De acordo com o major da aeronave sobrou apenas pedaços da fuselagem retorcida, local em que foram encontrados os corpos.

Residencia ficou destruída
(Foto: Marcio Ribeiro/Brazil Photo Press/Estadão Conteúdo)
Na casa estariam, no momento do acidente, cinco pessoas: quatro adultos e uma criança. A queda da aeronave comprometeu a estrutura do imóvel. Havia fogo em um dos cômodos da casa de três andares atingida. O incêndio provocado foi eliminado rapidamente pelos Bombeiros,evitando que se propagasse. O avião atingiu uma casa e parte de um outro imóvel vizinho.
Residencia ficou destruída.
Os cinco moradores da casa, dois casais e uma criança saíram correndo pelos fundos e não sofreram ferimentos graves. Uma mulher que mora na residência foi levada ao Pronto-Socorro da Santa Casa, na região central da cidade, segundo os bombeiros.

Pelo menos quinze viaturas chegaram a Rua Frei Machado, na Casa Verde, para atender a ocorrência  A aeronave caiu na Rua Frei Machado, 110, perto da Avenida Braz Leme.  O querosene do avião escorreu pela rua pegando fogo e atingiu cinco carros. Vizinhos informaram que árvores também pegaram fogo.
Não há ainda outras informações sobre vítimas ou o que provocou a queda. O aeroporto de onde o monomotor havia acabado de decolar é para tráfego de aviões executivos, é destinado também para o serviço de táxi aéreo e ainda funciona como escola de pilotagem. O aeroporto foi fechado.

Notícia em atualização.

O ministro Gilmar Mendes, do STF, suspendeu a nomeação de Lula

Ministro do STF, Gilmar Mendes
O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), suspendeu nesta sexta-feira a nomeação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para a chefia da Casa Civil da presidente Dilma Rousseff e determinou que as investigações contra Lula voltem à alçada do juiz federal Sérgio Moro, informou a assessoria de imprensa do Supremo.

Na decisão, Mendes cita conversas telefônicas de Lula interceptadas pela Polícia Federal, entre elas a que a presidente diz que enviará o termo de posse no ministério ao antecessor para que use "em caso de necessidade", e argumenta que o ex-presidente foi nomeado para evitar sua prisão... Lula é investigado pela operação Lava Jato, que apura um bilionário esquema de corrupção na Petrobras.

Para Mendes, esse diálogo revela "o objetivo da presidente da República de nomear Luiz Inácio Lula da Silva para impedir sua prisão". O ministro diz ainda que o termo de posse enviado a Lula seria "espécie de salvo conduto" da presidente para seu antecessor.
"Ou seja, a conduta demonstra não apenas os elementos objetivos do desvio de finalidade, mas também a intenção de fraudar", afirma Mendes em sua sentença.
"Ante o exposto, defiro a medida liminar, para suspender a eficácia da nomeação de Luiz Inácio Lula da Silva para o cargo de ministro-chefe da Casa Civil, determinando a manutenção da competência da Justiça em primeira instância dos procedimentos criminais em seu desfavor", determina o ministro.


Lula e Dilma
Cabe recurso à decisão de Mendes ao plenário do Supremo. Procurada, a Advocacia-Geral da União não foi encontrada para comentar.
A ida de Lula ao ministério foi criticada e gerou manifestações em várias cidades do país. Críticos afirmaram que ela teve o objetivo de dar ao ex-presidente prerrogativa de foro junto ao STF e tirá-lo do alcance do juiz federal Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal do Paraná, localizada em Curitiba, que concentra as ações da Lava Jato.

Lula é alvo de uma denúncia e de um pedido de prisão preventiva elaborados pelo Ministério Público de São Paulo, mas que foram enviadas por decisão de juíza do Tribunal de Justiça paulista para análise de Moro.

(Fotos: Reprodução)

Leia também: Mulher acaba com a vida das filhas e se suicida